Mulher - 07/12/2021 - 18:38:53
TJAL promove mesa de discussão sobre combate à violência contra a mulher
'Judiciário abriu as portas para essa reunião porque é uma política de comprometimento do judiciário', destacou o desembargador Tutmés Airan

Encontro foi realizado na sede do TJAL, na tarde desta terça-feira (7). Foto: Adeildo Lobo Encontro foi realizado na sede do TJAL, na tarde desta terça-feira (7). Foto: Adeildo Lobo

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) promoveu, nesta terça (7), uma mesa de discussão sobre o combate à violência contra a mulher. O encontro reuniu secretarias de governo e segmentos da sociedade civil para debater planejamento estratégico no desenvolvimento de políticas públicas. O encontro fez parte da campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Meninas e Mulheres” que foi iniciada no dia 20 de novembro e vai até 10 de dezembro.  

De acordo com o desembargador Tutmés Airan, o encontro foi uma reunião proposta pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher (CEDIM), cuja pauta foi efetivar direitos que já estão previstos na legislação. “O TJAL abriu as portas para essa reunião porque é uma política de comprometimento do Judiciário. O objetivo foi pensar uma série de estratégias que possam criar condições para que os direitos das mulheres sejam mais do que promessas”.

Tutmés ressaltou que o Poder Judiciário tem desempenhado suas atividades de fomento ao combate à violência, como a exemplo da iniciativa da Casa da Mulher Alagoana, além de uma série de providências que estão sendo tomadas. “Nós vamos elevar de dois Juizados da Mulher, que combatem à violência contra a mulher, para nove”, explicou. 

A juíza Fátima Pirauá participou do encontro destacando que a cultura da violência contra a mulher deve ser enfrentada por toda a sociedade. “Muitas vezes a própria mulher não se enxerga em um relacionamento abusivo. A violência contra mulher, que deve ser combatida por todos, não se resume à mulher, ela se estende à família”, explicou. 

A juíza Eliane Machado relembrou as parcerias do TJAL com a Secretaria de Saúde e de Educação de Alagoas, onde foi possível realizar palestras para os alunos da rede pública do estado, ensinando como atuar no combate à violência. 

A magistrada ainda acentuou que o Judiciário atua para expandir a rede de proteção em Alagoas. “Estamos estendendo os grupos reflexivos no estado todo, como já vem sendo realizado no Juizado de Arapiraca, que vem fazendo um trabalho de vanguarda dando início ao atendimento a mulher e finalizando o ciclo de violência doméstica oferecendo cursos profissionalizantes”.



João Teixeira – Dicom TJAL




Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.